Jul 22, 2010

Nowhere Man.

.....As vezes acho que sou totalmente má interpretada. Eu necessito, e muito, da minha solidão. Não gosto de ser acompanhada quando vou ao banheiro, porque na maioria das vezes eu só quero sair de perto de todas as pessoas pra ficar no meu canto um pouco, e até em momentos de gripe, esvaziar meu nariz sem ninguém pra observar a cor da substância gelatinosa. Não gosto de dar caronas, porque gosto mesmo é de dirigir ouvindo a música que eu quiser, no volume que eu quiser, cantando do jeito que eu quiser, sem me preocupar em abaixar o som e puxar conversa com alguem. E se eu quiser rir descontroladamente, eu mantenho um olho aberto pra prestar atenção no trânsito, e se eu quiser chorar eu abro o berreiro, e fico achando tudo muito cinematográfico escolhendo a trilha sonora correta. Gosto de almoçar sozinha, pensando na minha vida em forma de batata frita e coca-cola. Gosto de dançar sozinha, porque o bom mesmo é dançar descontroladamente como se braços, pernas e cabelo não fizessem parte de uma pessoa só . Gosto de cinema sozinha, sem me preocupar em olhar pro lado pra ver se estão aprovando o filme que eu escolhi. AMO tirar fotos sozinha, porque acompanhada a coisa simplesmente não flui. Eu não funciono assim. Gosto da solidão, porque me dou muito bem com a minha loucura. Porque não preciso dar satisfações. Porque não preciso me preocupar em ser compreendida. E porque já tenho vozes demais dentro da minha cabeça pra me sentir sozinha nesses momentos.
.....Mas aí tem aquele porto seguro que todo mundo precisa. Aquele abraço que foge pra Ásia e te deixa sem saber o que fazer da vida quando precisa de um. Aquele sorriso que te deixa com os pés no chão e flutuando ao mesmo tempo numa felicidade esquisita e contagiante. Aquelas mensagens e ligações no horário de trabalho que te faz lembrar que SIM, ainda existe vida lá fora. Aquele almoço perdido no meio da semana, inesperado, que te lembra como seus problemas são iguais aos de todo mundo.

.....E no fim da história, posso até ter a minha ilha e ser muito feliz nela. Mas aquelas coisas que supostamente se faz sozinho, é o momento que eu mais sinto falta de uma companhia. Porque é na sala de espera de um médico que eu quero alguém pra conversar, é numa música perdida no meio de um domingo que eu quero alguém pra dançar e é acordando no meio da noite que eu quero encontrar alguém por perto pra me abraçar.

Isn't he a bit like you and me?


Manifestações
3 Manifestações

3 almas se manisfestaram.:

Issa said...

Quais deprê. Só num chorei pq...

Vini Carvalho said...

Faço das suas palavras as minhas!

Vini Carvalho said...

Faço das suas palavras as minhas.